quinta-feira, 3 de março de 2011

.Ele me bagunça

Sinto que posso voar,
Minhas lágrimas correm pela face,
Medo e desespero se misturam.
Meus pensamentos estão correndo soltos dentro da minha cabeça,
Enroscam nas tarefas diárias e trazem lembretes,
Post-its do meu dia desgrudam de mim,
Me perdi no meu cronograma.
Alguem me puxou pelo braço?
Me perdi ou me encontrei?
Estou confusa e corro na chuva,
Eu vou me acertar.
Eu vou me centrar dentro de mim mesma.
Eu vou encontrar o equilibrio sozinha,
mas alguem se infiltrou.
Alguem conseguiu a chave,
Ou entrou pela fresta da janela?
Aquela que deixei pra ventilar,
E me lembrar que um dia posso querer a realidade novamente.
De onde você veio?
Onde você se escondeu esse tempo?
Como?
Quando?
Onde?
Me deixe respirar,
Me deixe ter a sensação de me permitir,
Não me confunda,
Mas não saia daqui.
Não me deixe antes que eu entenda a sua chegada,
Não pare,
Não me solte.
Agarre forte em minha mão,
Me vire de costas e deixe eu te sentir,
Em silêncio.
Deixe eu te desejar,
Te possuir sem entender,
 E entender que é possivel.
Deixe meu peito junto ao seu,
Deixe a paixão me sintonizar,
Deixe eu me jogar nesse choro de alma,
Nesse encontro de calma,
Nessa vontade de pra sempre e felizes enfim.
Deixe me perceber que a armadura não é necessária,
Que os suspiros são possíves,
Que posso ser de mais alguem,
Alem de mim.
Deixe me ser sua,
E seja meu.
Apenas seja você,
E deixe ser Eu...

2 comentários:

☆Estrela Santana☆ disse...

Eu tou assim amiga sem ar =^.^= ♥ batendo mas nao mão de alguem =) obrigada pelo texto amei!!!!

Feeh Laís - A Ruivaah... disse...

Imagina Estrela..eu que agradeço você.
Sempre!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...